19 Nov 2019
Sexta, 07 Setembro 2018 01:20

A encruzilhada do fogo com a faca

Na trama grega clássica, as tragédias costumam ter início em uma encruzilhada. Como aquele entroncamento de estradas no qual Édipo, por obra do Acaso, se encontra com o rei Laio e o mata depois de uma discussão banal, sem saber que era seu próprio pai. Passadas 24 horas do atentado à vida do candidato Jair Bolsonaro, eis a primeira avaliação do cenário político, buscando a máxima prudência:

1 - Bolsonaro buscava ganhar no 1º turno. Pois, segundo admitem seus coordenadores, no 2º turno a tendência era perder. Sobretudo para o moderado Geraldo Alckmin.

2 - Ele já estava caminhando para isso quando foi esfaqueado. Em uma pesquisa encomendada por sua campanha, teria chegado a 56% dos votos úteis (Atenção: uso o verbo na condicional, “teria”).

3 - Mas os indecisos e infiéis podem representar um terço do eleitorado, número espantoso. De acordo com último Ibope, sem Lula na disputa, a soma dos votos indecisos e brancos, junto com os nulos (revoltados) chegaria a 38%. Segundo o Datafolha, a soma deles seria de 28%. Na média, 33%. De acordo com a última pesquisa da XP Investimentos, por sua vez, divulgada a 7 de setembro, os indecisos seriam 22%, contra 20% de Bolsonaro. É esse o eleitorado que está de fato sendo disputado: indecisos e infiéis, entre um quarto e um terço do eleitorado.

Publicado em Perspectivas
Quarta, 05 Setembro 2018 13:22

Do lodo nasce o lírio. Na política também

Por que essas eleições não despertam a vontade de votar na maioria dos brasileiros, apesar da nossa situação ser tão difícil e exigir, como nunca, um agrupamento político capaz de dar um rumo ao Brasil?

Esse agrupamento não existe! Temos vários políticos voluntariosos à frente de legendas inconsistentes, reinventadas ou desmoralizadas, bradando contra a corrupção e os privilégios. Ora, já vimos esse filme antes e sabemos no que deu.

Jânio queria limpar o Estado com sua vassoura, mas tinha apenas legendas vazias, seu discurso demagógico e um apoio popular difuso. Faltava-lhe um poderoso partido de militantes, capaz de tomar o poder das CORPORAÇÕES ESTATAIS e PRIVADAS dominantes. Isolou-se e caiu!

Collor ameaçou os privilégios desses marajás com seu raquítico Partido da Juventude e o apoio popular, igualmente difuso. Mesmo fim de Jânio!

Publicado em Perspectivas
Terça, 28 Agosto 2018 15:02

O parricídio político na Argentina

Há casos bem populares de parricídio, como o de Suzane von Richthofen. Na literatura, temos três grandes clássicos nos quais o filho mata o pai: Édipo Rei, do dramaturgo grego Sófocles; Hamlet, do britânico Shakespeare; e Irmãos Karamazov, do russo Dostoievski.

O parricídio era encarado como tragédia ou psicopatia até o advento dos grandes expurgos perpetrados pelo ditador soviético Joseph Stalin, nos anos 30, e três décadas depois, pela Revolução Cultural de Mao Tsé-tung, quando filhos eram incentivados a denunciar os próprios pais por supostos crimes ideológicos contra o comunismo.

A última aberração dessas foi protagonizada pelo psicopata Pol Pot, que implantou no Camboja o regime ensandecido do Kmer Vermelho, que exterminou 1 milhão de pais alfabetizados com o intento de criar um Novo Homem. Não tenho notícias sobre o tirano Kim, da Coréia do Norte – mas há de se supor que o parricídio ideológico venha sendo praticado por lá.

Publicado em Perspectivas
Terça, 21 Agosto 2018 12:24

Queiramos ou não, Lula pensa em crescer!

Muitos confundem reação instintiva, produto do nosso milenar aprendizado de preservação na vida animal, com intuição, forma superior de percepção da realidade pela abrangência e profundidade, que decorre do acúmulo de conhecimento em pessoas que desenvolvem suas verdadeiras vocações. A intuição também é reativa, embora de resposta mais lenta.

O desenvolvimento da intuição em Lula, fruto do desenvolvimento de sua personalidade política e de sua crescente percepção estratégica, não é reconhecido por muita gente, o que tem provocado perplexidade na sociedade. O noticiário o retrata ora passivo, ora provocador da justiça, ora sem saber lidar com seus advogados, enquanto Lula vai costurando seu caminho com realismo e frieza constantes. Para entender esse jogo é preciso dar mais importância aos fatos.

Publicado em Perspectivas
Quarta, 15 Agosto 2018 20:49

Álvaro, o Moro não dá conta!

O Álvaro Dias é o único candidato que acertou o diagnóstico: para sair da crise teremos de refundar a República! Mas, ao indicar o remédio, demonstrou desconhecer a dimensão da proposta, a natureza do adversário e a força de sua presidência, eventualmente resultante de pleito desacreditado, dar conta do recado...

A indicação do juiz Moro para ministro da Justiça é absolutamente inconsequente, diante do que ele já disse a propósito e pelas razões acima expostas. Para dar uma pálida ideia das dificuldades que o candidato enfrentaria nessa missão, pergunto-lhe: o regime PATRIMONIALISTA, nosso adversário há séculos, é menos poderoso e enraizado entre nós do que os adversários franceses e americanos da República? Antes de responder, veja a que ficou reduzido o poderoso Meirelles, após apenas ameaçá-lo!

Publicado em Perspectivas

O presidente Donald Trump não vê nenhum problema, assim como o presidente brasileiro Michel Temer, em fazer coisas do arco-da-velha e voltar atrás. Ocorre que vai sofrendo desgaste - em coisas bem mais sérias do que a caricatura com a qual o mundo se acostumou.

Publicado em Perspectivas
Segunda, 25 Junho 2018 14:06

Uma camisa manchada de sangue

Um estudante morre assassinado a tiros, no caminho para a escola, no complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Ele se chama Marcos Vinícius da Silva e tem 14 anos. Moradores afirmam que, na hora do fogo cruzado, tiros estavam sendo disparados do helicóptero da Polícia Civil, que do alto dava apoio à operação e que, segundo a polícia, também se destinava a garantir a "segurança" de toda a população. Ainda não se sabe de onde partiu o tiro que matou Vinicius. Segundo sua mãe, a empregada doméstica Bruna da Silva, antes do último suspiro, o menino disse que o tiro partiu de um blindado. Nas redes sociais, já começam a circular posts dizendo que o estudante tinha ligações com o tráfico.

Publicado em Perspectivas
Segunda, 04 Junho 2018 22:16

O novo soldado brasileiro

Publicado em Perspectivas
Página 3 de 6