15 Set 2019

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras encaminhou ao Ministério Público no dia 11 de junho um relatório sobre movimentações consideradas suspeitas nas contas do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), casado com o dono do site The_Intercept, Glenn Greenwald.

De acordo com o relatório, enviado ao Ministério Público dois dias após o site The Intercept Brasil publicar sua série de conversas grampeadas por hackers hoje em prisão preventiva, Miranda movimentou R$ 2,5 milhões em sua conta bancária entre 2 de abril de 2018 a 28 de março de 2019, valor que seria incompatível com seus rendimentos, que passaram a ser de 33 mil reais como deputado, quando ocupou a vaga de Jean Willys.

Publicado em Política
Quarta, 11 Setembro 2019 13:54

Virou cadeia

Publicado em TV República
Terça, 10 Setembro 2019 16:16

Bom nome...

Publicado em Jcaesar

Garantidos por imunidades e cumplicidades, alguns dos acossados pela Lava Jato empenham-se com ofensivo cinismo na aprovação de leis que inviabilizem o combate à corrupção. A justificativa é coibir o abuso de autoridade. Na mesma campanha embarcam improváveis ingênuos da Academia jurídica, uns e outros argumentando que supostos abusos de autoridade, afetando hoje congressistas e seus prepostos na administração pública, são ameaça futura para todos. Pode ser. 

Mas não pelos motivos que impulsionam esta campanha que a rigor visa reforçar a já robusta couraça dos foros privilegiados e imunidades legais super-protetoras dos homens públicos.  

Publicado em Perspectivas
Quinta, 29 Agosto 2019 18:27

Gilmarada

Publicado em Jcaesar
Quarta, 28 Agosto 2019 23:45

Obrigado

Publicado em Jcaesar
Quarta, 28 Agosto 2019 14:09

O julgamento moral do STF

A segunda turma do Supremo Tribunal Federal, em pedido de habeas corpus feito pela defesa, anulou a sentença de Sérgio Moro que condenou o ex-presidente da Petrobras, Aldemir Bendine por corrupção e lavagem de dinheiro. O voto da ministra Cármen Lúcia pesou a favor da anulação. O ministro Gilmar Mendes fez um discurso moral contra os procuradores e a Lava Jato, baseado nos áudios vazados de suas conversas de celular. Com isso, os ministros na prática usaram o caso para fazer um julgamento mais moral que legal sobre o comportamento dos procuradores, da Lava Jato e da própria Justiça brasileira - e acabaram beneficiando o réu. O resultado deve ser aproveitado pelos advogados do ex-presidente Lula para também obter a anulação de sua sentença.

Publicado em Assuntos Nacionais
Terça, 20 Agosto 2019 15:23

Uma lei que favorece o crime

Tirania, despotismo, absolutismo, totalitarismo, ditadura... o Leviatã é insaciável em sua sede de poder. É criativo, genial, luciferiano, sempre a encontrar subterfúgios para abusar das nossas liberdades. No Brasil, tornou-se uma hidra. Tem policial que prende (ou atira) a esmo, jornalista que destrói reputações sem checar, juiz que sentencia sem ler, político que aprova leis em proveito próprio, o funcionário público que prevarica...

Publicado em Perspectivas

A ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia ddeterminou o arquivamento do pedido de abertura de uma investigação criminal contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, por conta de sua atuação na Operação Spoofing, que apura a invasão de celulares e obtenção de dados de autoridades por meio do aplicativo Telegram.

Lúcia acolheu o pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que não viu ilícito nas conversas de Moro ao telegram, trocadas com o procurador Deltan Dallgnol, capturadas por um hacker e reproduzidas publicamente pelo site The_Interpect, em parceria com a Folha de S. Paulo.

Publicado em Assuntos Nacionais
Quarta, 07 Agosto 2019 20:56

Lula cá

Publicado em Jcaesar
Página 1 de 26