7 Jul 2020

O Bayern de Munique venceu nesta segunda-feira o Borussia Dortmund por 1 a 0, pela 28ª rodada do campeonato alemão, no Signal Iduna Park. Sem torcida nas arquibancadas, o gol de Joshua Kimmich quebrou um pouco do silêncio.

O campeonato alemão, a Bundesliga, segue como dá. O Bayern abriu vantagem de 7 pontos na liderança, com 64 pontos, à frente do próprio Borussia, seu adversário mais direto.

Publicado em Exterior
Quarta, 06 Novembro 2019 18:26

Craques e pernas de pau

O Brasil na era do futebol cabeça

Publicado em República livre

Morreu aos 70 anos o tricampeão de Fórmula 1, empresário e chefe de equipe austríaco Niki Lauda. Ele vinha enfrentando problemas decorrentes de um transplante de pulmão, decorrente do acidente em que aspirou muita fumaça e perdeu boa parte da pele do rosto e da cabeça - história que vai bem retratada no filme Rush - no Limite da Emoção.

Publicado em Foto do dia

Faleceu nesta segunda-feira, aos 72 anos, o jornalista esportivo Roberto Avallone, lenda da crônica esportiva brasileira.

Publicado em Assuntos Nacionais

Dudo, atacante do Palmeiras, foi eleito o craque do campeonato brasileiro, em premiação que será entregue nesta segunda-feira pela CBF em cerimônia no Rio de Janeiro, com base nos votos de técnicos, jornalistas e dos prórpios jogadores.

Luiz Felipe Scolari, também do Palmeiras, receberá o prêmio de melhor técnico. O clube campeão ainda terá o lateral direito Mayke e o meio campista Bruno Henrique na seleção do torneio, que conará ainda com Marcelo Lomba e Victor Cuesta e Rodrigo Dourado (Internacional), Pedro Geromel (Grêmio), Arrascaeta (Cruzeiro) e Gabriel (Santos).

Dudu receberá também o Prêmio Bola de Ouro da rede de TV ESPN.

Publicado em Foto do dia

Quando a bola passou por baixo das pernas do goleiro Nava, em chute de bico na pequena área de Philippe Coutinho, ouviu-se nas ruas, nos bares, nas casas de todas as cidades do Brasil um grito explosivo e exultante como há muito não acontecia  na combalida vida nacional. Depois de 90 minutos sofridos, chegava a vitória dramática, que faz a seleção brasileira depender apenas de si mesma para classificar-se às oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Quando Neymar marcou o segundo gol, já nos acréscimos, e terminou a partida ajoelhado, chorando, restou a sensação de alívio e a certeza de que a dramaticidade da vitória, suada, copeira, na raça, era o que a equipe precisava para seguir em frente com mais confiança - e os brasileiros, que começaram a sair na rua de amarelo, no metrô, nos ônibus, nas ruas, nos escritórios, deixando para trás o ceticismo geral, também.

Publicado em Assuntos Nacionais

A seleção brasileira venceu a da Alemanha por 1 a 0, em Berlim, no teste mais desejado pelo técnico brasileiro Tite. Não apenas para provar a equipe, que se mostrou mais uma vez sólida, diante do primeiro adversário disposto a pressioná-la sem medo. Mais que tudo, Tite deixa para trás o trauma dos 7 a 1 na última Copa, em que o fracasso do futebol se somaria ao fim de todas as outras ilusões criadas para a festança. "Não tem fantasminha", disse ele, na entrevista coletiva após a partida.

Publicado em Assuntos Nacionais