21 Jul 2019
Quinta, 14 Março 2019 20:17

A catástrofe nossa de cada dia

Nos últimos tempos, vivemos com a permanente sensação de que a desgraça está na nossa porta. Todo dia acontece alguma coisa trágica. Ou várias.

Dois estudantes mataram colegas numa escola na Grande São Paulo. No dia seguinte, quatro atiradores matam 50 pessoas e ferem outras tantas em mesquitas da... Nova Zelândia.

Não foi só isso. Fiquei sabendo também que morreram milhões de abelhas no Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul, por conta da dedetização. Isso é um grave dano ecológico, porque a produção de alimentos depende - e muito - da polinização.

Tá fácil?

Todo dia, parecemos à beira da catástrofe. Quando não é tragédia, é fofoca. Sabemos tudo e da vida de todos. Você viu que a Luana Piovani se separou do marido? A briga de Neymar e Marquezine no carnaval por causa da Anitta? E olha que isso nem parece novidade.

E o governo, então? Parece a novela das oito. Todo dia, ficamos sabendo quem passou a perna em quem. Cada disparo do presidente no Twitter é uma crise nacional. Esse Olavo está todo dia no Youtube xingando alguém.

Na imprensa, não existe mais a manchete do dia. É a manchete do minuto. Será que precisamos saber de tudo? 

Será que o mundo sempre foi cheio de problema assim ou nós é que agora demos pra ficar sabendo de tudo o tempo todo, só porque a internet não gasta papel?

O fato é que a transformação do noticiário num rosário de infortúnios em tempo real acaba sendo estressante. E vai virando vício. É de pirar. 

Chego a sentir saudade do tempo em que a gente ficava sabendo das coisas só às oito da noite, pelo Jornal Nacional. Ou no dia seguinte, pelo jornal impresso. O mundo não acabava. Esperava pelo menos o dia seguinte pra acabar.

Pior ainda é a discussão posterior. Além da notícia, surgem os milhões de comentários. Somos bombardeados com as ideias alheias.

Se você não fala nada, passa por morto. Se fala qualquer coisa, leva  de volta uma saraivada de balas. O patrulhamento virtual faz parte desse sistema demoníaco para nos deixar com os nervos à flor da pele.

Resolvi que não dá para continuar assim. Já arrumei um pedaço de pau, vou para Compostela fazer a caminhada do desapego.

Não estranhem se no próximo mês eu não responder ao celular.

Publicado em República livre
Quinta, 17 Janeiro 2019 15:20

Aranha versus Poppins

Mary Poppins retorna para ajudar, agora, os filhos daquelas crianças crescidas de quem cuidou no passado. Assim é a trama principal do filme que está quase de saída dos cinemas, para onde minha filha (de dezoito anos) me levou para passear, além da minha madrinha fã-da-Broadway.

Publicado em República livre
Quarta, 09 Janeiro 2019 18:17

O trote do Trótski

Pouca gente sabe, mas fui sondado para ser ministro do governo Bolsonaro.

Tudo começou quando Olavo de Carvalho, lá na Virginia, navegava na internet e deu com meu blog. Chamou atenção do filósofo mais importante da Astrologia, um artigo que eu escrevera - em tom francamente irônico - sobre a necessidade de dar-se posse de armas aos Quakers. 

Publicado em República livre
Quarta, 12 Dezembro 2018 14:23

A busca

Publicado em Jcaesar
Quarta, 12 Dezembro 2018 13:44

Estantes pra que te quero

Se os livros foram feitos para vestir salas, as nossas residências estão nuas em pelo. Dizem que atualmente os objetos menos desejados da Tok&Stok e Leroy Merlin são as estantes. Ninguém mais quer estantes. A crise no setor carpinteiro de prateleiras e mãos francesas é maior que o das megalivrarias juntas.

Publicado em República livre
Quarta, 12 Dezembro 2018 11:45

Os últimos dias no poder

É uma linda manhã e o sol banha de dourado o espelho d’água do Paranoá.

O telefone da portaria tocou e o Severino veio me chamar, pobre homem subindo sete andares pela escada. O elevador do ministério está em manutenção.

Publicado em República livre
Sábado, 08 Dezembro 2018 16:38

Barraco

Publicado em Jcaesar
Quarta, 28 Novembro 2018 20:14

Sobre amores e livros e amores aos livros

Uma intimidade, mas conto pra vocês.

Tive um amor maduro. Maduro eu, porque o amor era bem mais jovem.

Publicado em República livre
Segunda, 19 Novembro 2018 18:09

O que é ser brasileiro

- Se o brasileiro é rico roubou. 

Publicado em República livre
Segunda, 05 Novembro 2018 15:07

O dia que a catacrese deu uma de prosopopeia

Estavam Catacrese e Anáfora conversando nas linhas de um texto que certo cronista escrevia à moda antiga, num bloco de notas usando lápis número dois. 

Publicado em República livre
Página 1 de 2