15 Set 2019

Os membros dos G7, grupo de  países mais ricos do Planeta, desistiram de demover os Estados Unidos da decisão de sobretaxar o aço e o alumínio, após três dias de negociação.

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, concdeu habeas corpus ao ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, acusado de malversação do dinheiro da estatal para abastecer o caixa do PSDB de São Paulo. Dessa vez, preto, que já passou 32 dias na prisão, quando foi liberado também por Mendes, não cheou a ficar preso por 12 horas.

Começou o projeto-piloto do primeiro satélite feito no Brasil. O programa, da unidade Embrapii Instituto Senai de Inovação e da empresa Visiona Tecnologia Espacial custará 7,8 milhões de reais e deverá colocar o satélite em órbita em 18 meses. 

Um contingente de 27,7 milhões de brasileiros está sem trabalho, anunciou o IBGE. Esse número é o de pessoas subutilizadas força de trabalho, que abriga desempregados, os subocupados (trabalham menos de 40 horas semanais) e os que não estão procurando trabalho por qualquer motivo (a "força de trabalho potencial").

Podemos e PP entraram no Supremo Tribunal Eleitoral com uma apelação para que o tempo da propaganda eleitoral seja dividido conforme a atual divisão das bancadas, e não como elas estavam em 2014, conforme a regra vigente.

Até esta terça-feira, 521 pessoas haviam sido baleadas no Rio de Janeiro este ano, segundo levantamento do jronal O Globo. É um tiro a cada seis horas.

A festa desta terça-feira dos dois anos do governo Temer virou piada por conta do convite, que refere-se aos "50 anos em 5" de Juscelino Kubtischek.: "O Brasil voltou, 20 anos em 2", diz o texto, que, como outras ações bumerangue do marketing governamental, viraram-se contra seu criador.

A Academia Sueca não indicará o prêmio Nobel de Literatura este ano. A premiação foi adiada após o vazamento de denúncias de abuso sexual que envolve, membros da Academia Sueca.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli negou pedido de liminar da defesa do ex-presidente Lula para suspender outros inquéritos ainda em andamento sobre o ex-presidente Lula. Isso porque o tribunal ainda deve julgar se tira do tribunal de Curitiba, leia-se juiz Sérgio Moro, o processo sobre as reformas no sitio de Atibaia e a compra do terreno do Instituto Lula, que mostram sua ligação com a construtora Odebrecht.

Autorizada a visitar Luís Inácio Lula da Silva na cadeia, a presidente do PT, senador Gleisi Hoffmann, levou junto o ex-governador baiano Jaques Wagner, possível candidato substituto do partido à presidência para a hora em que o partido resolver desistir da farsa da candidatura do ex-presidente.

A visita ao preso seriia, na realidade, uma reunião da cúpula do partido. Wagner, um dos indicados, assim como o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou que preferia ser vice numa chapa com Ciro Gomes. "Após 16 anos, estava na hora de ceder a precedência", afirmou, na terça-feira, antes da reunião.