2 Jul 2020

Covid-19 cai em sete estados

  Qui, 18-Jun-2020

Sete estados sinalizam uma retração no percentual de contaminação na pandemia do coronavírus, de acordo com o projeto Covid-19 Analytics, índice feito pela PUC-Rio e a Fundação Getúlio Vargas.

Os estados são: Acre, Amazonas, Maranhão, Pará, Pernambuco, Roraima e Tocantins. O Rio de Janeiro também ficou próximo do índice 1, que indica estabilidade, e vinha indicando uma queda nas contaminações já nos dias anteriores.

Pernambuco tem uma taxa de 0,98 e está há 19 dias, com o Rt abaixo de 1 — o maior período já registrado até agora. Sergipe é o estado com maior índice de contaminação.

O governo de Pernambuco anunciou mais outra fase de reabertura das atividades: foram autorizados para funcionar shoppings e igrejas na região Metropolitana do Recife e no sertão do estado. A zona da mata e o agreste ainda têm curvas ascendentes de contaminação e o isolamento foi mantido.

O menor índice de retransmissão no país é do Amazonas, que sofreu o maior impacto inicial da pandemia, e registra agora índice 0,9, com um número decrescente de novos casos, incluindo em Manaus, que chegou a ter seus seus hospitais com lotação crítica.

"Se esse número se mantiver menor do que um é uma boa notícia. Em alguns lugares, como Amazonas e Pernambuco, os novos casos já perderam força há algumas semanas", afirmou Gabriel Vasconcelos, pesquisador da Universidade da Califórnia e do Núcleo de Análise Estatística de Dados da PUC-Rio. "Eles podem tratar de temas como reabertura com mais tranquilidade do que os outros, mas precisam acompanhar de perto para ver as reações."

Segundo ele, São paulo, estado com o maior número de casos, ainda é uma incógnita. "São Paulo foi o primeiro estado onde os números de casos e mortes começaram a subir, e até hoje ainda não dá para dizer se chegou ao máximo de mortes", disse. "Em outros parece que o pico de mortes já passou, e a duração da parte crítica da epidemia parece que vai ser menor", completa.