18 Out 2021

Economia americana tem pior resultado desde 2008

  Qua, 29-Abr-2020

O nível de atividade da economia americana caiu 4,8% no primeiro trimestre do ano, resultado que apenas começa a refletir a maior crise já registrada no país desde o estouro da bolha financeira em 2008.

A paralisação das atividades por conta da pandemia do vírus corona mostrou seus primeiros reflexos, que devem se acentuar. A taxa do PIB americano é anualizada, isto é, projetada para o ano inteiro. Na avaliação do primeiro trimestre do ano, comparado ao trimestre anterior, a queda foi de 1,1%.

A queda foi maior que a prevista e o pior ainda está por vir. Economistas ouvidos pela agência Reuters estimam que o PIB pode cair 30% ou mais no segundo trimestre. Na China, onde começou o coronavírus, o PIB no primeiro trimestre recuou 6,8%. 

O índice americano foi influenciado apenas nas duas últimas semanas de março. Desde o início da crise, mais de 26 milhões de trabalhadores do país pediram seguro-desemprego, prenúncio da profunda recessão.

Apesar da pressão do presidente Donald Trump, os serviços não essenciais continuam fechados. O desemprego aumenta em ritmo galopante. Em março, as vendas do varejo americano recuaram 8,7%, maior queda desde 1992.