6 Jun 2020

Assassinado o superintendente do Porto de Santos

  Qui, 14-Mai-2020

O capitão de corveta e superintendente do Porto de Santos, Valter Barros Barbosa, 55, foi assassinado na noite de quarta-feira na rodovia Régis Bittencourt, na altura de Cajati, a 250 km de São Paulo. Sua mulher, que estava no carro, não foi ferida.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, ela relatou que o veículo foi fechado na estrada por outro carro com dois ocupantes encapuzados. Quando saiu, Barbosa foi baleado.

Os criminosos levaram seu celular e a carteira, mas os investigadores suspeitam que não se trata apenas de latrocínio. Investigadores de Santos, de Cajati, da cúpula da Polícia Civil e membros do Ministério Público afirmaram ao UOL que, por envolver o Porto de Santos, deve ser investigada uma possível ação do PCC.

A facção tem interesses no porto paulista. De lá saem grandes remessas de drogas, sobretudo cocaína, para a Europa, África e Ásia, misturadas a outras cargas embarcadas. Barbosa não lidava diretamente com fiscalização e investigação, o que levaria o PCC a querer matá-lo, mas as circunstâncias do crime indicam que ele, e somente ele, era o alvo.