23 Jul 2019

Maduro mantém resistência diante de rebelião

  Qua, 01-Mai-2019
Maduro na TV: "Nervos de aço" Maduro na TV: "Nervos de aço"

O presidente da Venezuela, Nicólas Maduro, foi à TV na noite da terça-feira para mostrar que ainda está no poder, ao lado de chefes militares, depois da rebelião promovida pelo líder da oposição, Juan Guaidó, que tenta derrubá-lo convocando as Forças Armadas para a oposição e convocando manifestações públicas. “Isto não pode ficar impune”, disse ele. “Todos os envolvidos devem se render”.

A tentativa de Guaidó de ir para o confronto indica uma escalada da violência na Venezuela. "Seguimos com mais força que nunca, Venezuela!", escreveu Guaid[o pelo Twitter nesta quarta-feira, promovendo novas manifestações.

"Nervos de aço!", escreveu Maduro, na guerra dos tuítes. "Conversei com os comandantes de todas as Redi e Zodi [comandos de defesa] do país, que manifestaram sua total lealdade ao povo, à Constituição e à pátria. Chamo a máxima mobilização popular para garantir a vitória da paz. Venceremos!”.

Há tres meses, Guaidó se autoproclamou presidente interino, mas não conseguiu tomar efetivamente o poder, apesar da simpatia da comunidade internacional e à degradação do país, que vive à beira do desespero.

O Primeiro de Maio é considerado um dia decisivo na disputa de poder. Guaidó o chamou de “tomada de Miraflores”. Maduro, porém, não parece disposto a entregar os pontos. Manifestações foram abafadas na terç-feira, com o comércio fechado, por receio da violência.