19 Nov 2019
Hugo Studart

Hugo Studart

Hugo Studart, editor de A República em Brasília, é jornalista, professor e doutor em História. Trabalhou como repórter investigativo, editor ou colunista nos maiores veículos do país, como os jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo; revistas Veja, Manchete e Dinheiro. Atuou como diretor e colunista da IstoÉ, além de editor-chefe da revista Desafios do Desenvolvimento, do Ipea. Colaborou com artigos, colunas ou ensaios em veículos como Exame, Imprensa e Brasil História; e com artigos de opinião para O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo. Ganhou diversos prêmios de jornalismo, como o Prêmio Esso e o Abril, além do Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos.

Como professor, atua como pesquisador-associado do Núcleo de Estudos da Paz e dos Direitos Humanos da Universidade de Brasília e na Pós-Graduação em Ciência Política na Faculdade Upis. Lecionou Jornalismo no Instituto de Ensino Superior de Brasília, na Fundação Casper Líbero, São Paulo, e na Universidade Católica de Brasília; além de MBA em Relações Institucionais do Ibmec. É membro do Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal.

Quinta, 10 Outubro 2019 12:11

Villas Bôas fica sem voz

Principal ideólogo de centro no governo e reserva moral do meio militar e da defesa da democracia no Brasil, o general Eduardo Villas Bôas foi submetido a uma traqueostomia em consequência do agravamento da disfunção respiratória provocada pela ELA, doença degenerativa terrível que vinha, a galope, consumindo os movimentos do corpo - mas aguçando as luzes da razão. A tecnologia tem avançado. Contudo, certamente ficará mais difícil sua atuação na vida pública.

Segunda, 26 Agosto 2019 13:29

Ambientalistas, merde pour vous

Nós, os Estoicos, já sabemos há 24 séculos que tudo tem anima (alma) -- cada Ser Humano, animal, vegetal, mineral ou ecossistema, é tudo microcosmos do mesmo Cosmos. No Século VI, São Bento criou uma jornada de contemplação da Natureza como método de oração; e Francisco de Assis veio pelo mesmo caminho quando, inspirado pela Alteridade, compôs o Cântico das Criaturas (Irmão Sol, Irmã Lua), reconhecendo a Vida e a Sacralidade em todas as manifestações da Natureza.

Sexta, 23 Agosto 2019 18:37

Vamos acabar com a hipocrisia ambiental

Desde 1992 o Planeta está em colapso. Ou seja, já tem quase três décadas que a capacidade de regeneração espontânea da Natureza é menor do que a extração de seus recursos por nossa civilização.

Terça, 20 Agosto 2019 15:23

Uma lei que favorece o crime

Tirania, despotismo, absolutismo, totalitarismo, ditadura... o Leviatã é insaciável em sua sede de poder. É criativo, genial, luciferiano, sempre a encontrar subterfúgios para abusar das nossas liberdades. No Brasil, tornou-se uma hidra. Tem policial que prende (ou atira) a esmo, jornalista que destrói reputações sem checar, juiz que sentencia sem ler, político que aprova leis em proveito próprio, o funcionário público que prevarica...

Segunda, 20 Maio 2019 14:17

Bolsonaro e a inspiração dos toureiros

Quando o peão entra no rodeio ou o toureiro na arena, não pode reclamar o touro é bravo. Ou que o Centrão quer prevaricar, que o Rodrigo Maia não se deixa adestrar, que a imprensa critica e muito menos que a oposição não deixa governar. Agora marcam passeatas para exigir que o touro fique mansinho como um boi capão.

Sábado, 27 Abril 2019 16:57

Lula e o mito de Prometeu acorrentado

A entrevista do Lula lembra muito o mito retratado por Ésquilo na peça "Prometeu Acorrentado". Prometeu é o personagem principal da mitologia clássica, o titã predileto de Zeus, até que roubou o fogo sagrado do Conhecimento e entregou para os homens.

O que se sabe até agora e o que se pode dizer do conflito armado dentro do Palácio do Planalto, que colocou de um lado o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos, de outro o vice-presidente, general Hamilton Mourão:

Domingo, 14 Abril 2019 10:36

Bolsonaro e o holocausto

A polêmica da hora sobre Jair Bolsonaro diz respeito a uma observação sobre a possibilidade de perdoar o holocausto nazista – “mas não podemos jamais esquecer”, ressalvou.

Sexta, 12 Abril 2019 20:16

A Arte da Guerra no governo Bolsonaro

Há muito que os executivos descobriram a adaptação das estratégias militares para o mundo dos negócios. Vale o mesmo para o governo e a política. 

Quarta, 03 Abril 2019 08:55

1964-1985: o saldo do fratricídio

Entre 1985 e 2014 ocorram três esforços concentrados de inventariar os mortos e desaparecidos da ditadura militar. A cada nova contagem apresentada pelos partidos e grupos de esquerda, os militares reagiram apresentando novas listagens das vítimas do "terrorismo", ao qual tratarei abaixo por "vítimas das esquerdas":

Página 1 de 4