17 Jun 2019

Najila briga agora com o advogado, a polícia e o porteiro

  Ter, 11-Jun-2019
A acusadora, no SBT: "estou louca?" A acusadora, no SBT: "estou louca?"

Najila Trindade, a moça do hotel com Neymar, recebeu a notícia de que seu advogado, o criminalista Danilo Garcia de Andrade, decidiu abandonar o caso. É o segundo que ela perde desde que decidiu entrar com a queixa-crime contra o jogador, por suposto estupro. Najila jogou sobre Andrade a suspeita de ter roubado as provas do crime - um tablet onde estariam as gravações do segundo encontro com Neymar, no hotel em Paris.

Teria ameçado o porteiro do prédio por ser conivente com o roubo do tablet e acusa agora até mesmo a polícia, que foi ao apartamento e não encontrou evidências de arrombamento. "A polícia está comprada, não é?", disse ela em entrevista ao SBT, na noite de segunda-feira. "Estou louca?"

É uma boa pergunta. 

Andrade decidiu deixar o caso após Najila, que afirma ser "modelo", não entregar a íntegra do vídeo, e ele fez circular pelo WhatsApp nos seus primeiros 66 segundos. O vídeo claramente foi cortado. O restante, com sete minutos, segundo ela, estaria num tablet cor de rosa que teria sumido de seu apartamento.

Nessa primeira parte, Neymar vai para a cama com ela, aos beijos, enquanto o celular filma pela fresta da porta. Vemos o jogador se recusar a bater nela, pedir carinho e depois levar uns tapas, enquanto ela grita que ele a teria agredido na noite anterior e a "deixado sozinha". Neymar então se leva, tentando se proteger da agressão, e se encaminha para a porta de saída.

Ao SBT, Najila disse querer também saber onde está o vídeo. "Invadiram meu apartamento assim quando as coisas deram confusão", acrescentou a modelo.

A polícia foi ao apartamento para colher digitais e fazer uma perícia para investigar o arrombamento. Encontrou somente as marcas de Najila e de uma faxineira.

"A senhora Najila me acusou de ter planejado este arrombamento, essa situação toda", afirmou o advogado. "Disse que esse tablet poderia estar comigo, segundo o marcador de localização dela. [...] O cliente tem uma postura repentina e totalmente contrária à ética, ao bom senso e à verdade nesse caso, a respeito do arrombamento e de esse tablet estar em minha posse."

 

O ex-marido da modelo, Estivens Alves, mandou pelo advogado Roberto Guastelli à Delegacia de Defesa da Mulher um outro tablet, que pertenceria ao filho do casal. Pretendeu mostrar que não estava escondendo nada, depois que a TV noticou que ele visitou o apartamento da ex-mulher e saiu de lá com um equipamento similar ao que teria sido furtado.

Entrou acompanhado do porteiro, sob a justificativa de ter percebido sinais de arrombamento. O porteiro também registrou um boletim de ocorrência contra Najila, por ter sido ameaçado, na 11a. delegacia de Polícia Civil. "Tô aqui com meu irmão e com uma galera e você sabe o que é, vai ser melhor para você", teria lhe dito Najila, segundo o registro da ocorrência.